terça-feira, 22 de maio de 2007

Por que é tão difícil de ver?


Por que é tão difícil enxergar a realidade espiritual?

Nós cristãos nos perguntamos por que o mundo é tão cego à verdade? Por que o mundo não enxerga nossos valores? Por que o mundo continua brincando na lama e não se dá conta disso? Não sei se todos os cristãos são atordoados por tais perguntas, mas pelo menos eu sou. Alguns dias tenho alguns conflitos comigo mesmo por causa de tais perguntas. Pergunto-me por que pra mim é tão fácil de enxergar a Verdade e para os descrentes algo tão surreal, utópico? Penso que a Bíblia nos dá uma luz quanto a essas questões, embora eu assuma que a dúvida não se vai completamente, ela ainda permanecesse nem que seja um pequeno vestígio, mas vamos logo ao que interessa.

No primeiro capitulo do Livro de Gênesis diz: “E viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom”.De fato deve ter sido muito bom, Deus havia recém-criado o mundo, e como tudo que procede dele é bom, o mundo não podia ser diferente. O terceiro capitulo de Gênesis narra a queda do homem, o homem desobedeceu a Deus fazendo com que o pecado entrasse no nosso mundo. Romanos 5:12 nos mostra que através do pecado de Adão o pecado entrou no mundo, como uma bomba biológica carregada de um vírus mortal que explode e rapidamente se alastra e contamina a toda a população. Não havia mais solução, a doença se espalhara, e o pior de tudo: era uma doença hereditária. Os genes do pecado passaram a vir impressos no nosso código genético, e por isso passamos a viver longe da presença de Deus.

O pecado trouxe duas conseqüências, a primeira foi a separação entre nós e Deus, por Deus ser santo, Ele não pode ter comunhão com o pecado, portanto passamos a viver longe de Sua presença e do jardim do Éden, o habitat para o qual fomos criados para viver. Nós nos tornamos como peixes fora d’água, nos debatendo ansiosamente para que nos coloquem novamente no nosso ambiente, somos como que anjos furiosos com suas asas presas ao chão impedidos de voar, o homem nasce com um anseio pela eternidade¹. O homem anseia desesperadamente pela comunhão com seu criador, a antropologia revela que todos os povos da terra têm um conceito de algo maior, uma divindade, o conceito do sagrado, o que mostra que o homem é por natureza um crente, não é a toa que existem milhares de religiões no mundo. Mas não só ele como toda a natureza também, estudos antropológicos mostram que até macacos tem esse impulso em direção a algo maior. Não sei se estou sendo claro, recapitulando: o homem foi criado em um ambiente para viver na presença de seu Criador, pecou e acabou sendo lançado fora desse ambiente e da presença do Criador, mas como que por instinto, ele tem um anseio dentro de si por aquele primeiro estado, aquele ambiente para o qual foi criado, aquela necessidade da presença do Criador.

Mas então se é tão simples assim, o homem vive fora do seu habitat e só precisa se voltar a ele, porque o homem simplesmente não se volta ao Criador? Porque o homem não enxerga? A resposta para essa pergunta é a segunda conseqüência do pecado, a Bíblia nos diz que o salário do pecado é a morte², tanto espiritual quanto física, portanto por causa do pecado o Homem morreu espiritualmente. O que você acha que aconteceria se você entrasse em um velório pegasse o corpo do falecido, gritasse no ouvido dele desesperadamente, agitasse-o, lutando com todas as suas forças para que ele reaja? Nada aconteceria. Porque corpo morto não responde a estimulo físico, qualquer que seja a intensidade. Da mesma forma, vivemos em um mundo morto espiritualmente por causa do pecado, e como um bom morto, o mundo não reage a estímulos espirituais, por mais que gritemos, o mundo não reage, e penso ser exatamente essa a resposta da pergunta inicial, o mundo não enxerga porque está morto. Por estar morto o mundo não reage à Verdade. Quando eu ouço dizerem que religião é para os fracos, muleta ou algo assim, eu concordo plenamente. A religião é sim para os fracos. Eu sou fraco assim como todo ser humano, nós todos precisamos de uma muleta para nos apoiar, foi essa a conseqüência da queda do Homem, a necessidade de algo maior, de um preenchimento, algo que venha a suprir o vazio deixado pela saudade do seu habitat natural. Todo ser humano tem um impulso à idolatria. Se o Homem não se volta pra Deus, acaba buscando outros ídolos como drogas, festas, sexo, bebida, ou até coisas mais simples também. De fato, tais coisas podem sim preencher momentaneamente o vazio deixado pela queda do Homem, assim como os casos de geofagia (comer terra) entre crianças anêmicas, a falta de ferro leva a criança a comer terra por ser a terra uma fonte de ferro, porém junto com suas necessidades minerais, ela acaba ingerindo bactérias, doenças, vermes, sujeira e outras coisas que afetam a saúde da criança, e é exatamente isso que faz o mundo sem Deus, come terra para de alguma forma preencher as saudades deixadas pela distância do seu habitat natural, o que acaba trazendo graves conseqüências, tanto neste mundo como no mundo vindouro.

Se esse impulso à idolatria não for preenchido por Deus, você o acabará prencheendo de outras formas. Nesse mundo todos nós devemos escolher entre duas formas de enlouquecer, ou a loucura do Evangelho, ou os valores absurdos desse mundo. Ou você canaliza esse impulso em direção à loucura do Evangelho ou esse impulso vai acabar sendo direcionado para outros ídolos. A decisão é sua.

¹Ec 3.11

²Rm 6.23

Vitor Pereira

9/10/2006

6 comentários:

Je disse...

Excelente texto, excelente.

Mariana Marques disse...

Gostei do texto, Vitor!

Foi tratado com a simplicidade e franqueza necessárias ao tema. Só fiquei com um gostinho de "quero mais", depois de ter recapitulado a história da queda do homem e suas consequências... E a salvação?

Abraços!

Vitor Pereira disse...

Bem lembrado Mariana!
Falha minha, fico devendo uma continuação!
Obrigado pelo apoio de vocês duas!
um grande abraço!
Vitor

Anônimo disse...

Vitor, vc é filósofo, sociólogo, o quê? Só de curiosidade.

Vlw. Deus o abençoe !!!

Anônimo disse...

Vitor, vc é filósofo, sociólogo, o quê? Só de curiosidade.
Vlw. Deus o abençoe !!!

Fernando Jatobá

Vitor Grando disse...

Jatobá,

Na verdade eu não sou nada hehe =]

Apenas um estudante de Teologia com pretesões Filosóficas =]

 
Free Host | lasik surgery new york